Todos os países da lusofonia

Galeria Lusófona

Arte Lusófona
Literatura Lusófona
Sabores Lusófonos
Advertisement

Blogs Recomendados

Alto Hama
Pululu
Malambas

Legado Português

Portugal no Mundo
Brasil 500 anos

Empresas Destaque

Horas Lusófonas

Exilado

PDF Imprimir e-mail

Foi como um exílio voluntário
Que me aconteceu na despedida
E o meu coração é depositário
Das amarguras desta vida

Fugi de mim naquilo que era
Para não chegar a ser aquilo que sou
Mas não sendo o que eu quizera
Ao menos sei para onde vou

Fugi do que não estava bem
E não vim para melhor
Mesmo sem ter chegado mais alem
Já sei, aqui agora é pior

Não consigo jamais abandonar
Esta temática infernal
Foi por causa do Salazar
Que eu saí de Portugal

Tenho corrido os quatro ventos
Levando no peito a cruz de Cristo
Para afagar os meus lamentos
E não desesperar com tudo isto

Aqui estou eu bem desterrado
Fingindo que faço turismo
Por terras malditas desenraizado
E tudo por culpa do fascismo

Afonso Almondino da Silva - em Toronto a 28 de Janeiro de 1988

 

 


Acrescentar como Favorito (210) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 2921

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



Advertisement
campervan-motorhome-rental.jpg
Advertisement

Comunicados

António Marinho e Pinto - Mudar Portugal

Ler mais...

Broa de Avintes - não tem asas nem sabe voar

Ler mais...
Please login to Automatic Backlinks and activate this site.
 
| cheap car hire