Todos os países da lusofonia

Galeria Lusófona

Arte Lusófona
Literatura Lusófona
Sabores Lusófonos
Advertisement

Blogs Recomendados

Alto Hama
Pululu
Malambas

Legado Português

Portugal no Mundo
Brasil 500 anos

Empresas Destaque

Horas Lusófonas

Enquanto uns falam, outros fazem!

PDF Imprimir e-mail

Segundo um artigo hoje originado na Lusa, e citada no portal Sapo, o Brasil, considerando que a língua portuguesa é, segundo o Celso Amorim, MNE brasileiro em visita a Bissau, "algo de muito importante, porque é um instrumento de cultura, de conhecimento, de comunicação e de ciência" decidiu criar uma universidade, no Nordeste brasileiro - por uma questão de integração (é! uns falam, outros fazem) - que se chamará de Universidade da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)!

 

Segundo o Ministro a universidade vai ter metade dos alunos brasileiros, por uma questão de integração (há quem pense nela e saiba o que fazer), e a outra metade será de alunos provenientes da CPLP, sobretudo africanos e de Timor-Leste.

Entretanto, e visando um maior incremento da língua portuguesa na Guiné-Bissau, o Ministro brasileiro - enquanto uns vão falando e temendo acusações de neocolonialismo, outros têm uma visão do longo prazo - informou que irá ser reforçado o ensino da mesma, nomeadamente com a abertura do Instituto de Estudos Brasileiros, na cidade de Bissau.

Depois critiquem as reformas ortográficas e digam que a pureza da língua portuguesa - qual? - é mais importante.

Mas o ridículo da discussão é que em Portugal, uns afirmam, e aqui incluo, embora não tão linearmente, o meu amigo Orlando Castro, que vai haver uma subordinação do português afro-portugal ao Brasil. No Brasil, como se ouve e vê no vídeo ao lado, dizem que não compreendem como 180 milhões, os brasileiros, têm de se subordinar à vontade de 10 milhões, que são os portugueses.

Ou seja, cada vez me convence mais que o Acordo Ortográfico é bom pela unanimidade que assegura Consegue ser tão natural e mente criticado nos dois pólos mais interessados em fazer predomínio da sua estratégia política, esquecendo-se de dois importantes pólos que se mantém a recato: Angola e Moçambique.

E assim, vai a Lusofonia!

Eugénio Costa Almeida 

23/Abr/2008
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
http://elcalmeida.net


Acrescentar como Favorito (488) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 3100

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



Auto Rent Algarve
Advertisement

Comunicados

António Marinho e Pinto - Mudar Portugal

Ler mais...

Broa de Avintes - não tem asas nem sabe voar

Ler mais...
 
| cheap car hire