Todos os países da lusofonia

Galeria Lusófona

Arte Lusófona
Literatura Lusófona
Sabores Lusófonos
Advertisement

Blogs Recomendados

Alto Hama
Pululu
Malambas

Legado Português

Portugal no Mundo
Brasil 500 anos

Empresas Destaque

Horas Lusófonas

Advertisement

De Guiné-Bissau as novas parecem velhas

PDF Imprimir e-mail

(Como a Lusofonia não se fica só pela vertente linguística, mas a tudo o que a ela diz respeito…)

 

Não sei se é verdade, mas o autor das asserções seguintes é considerado como bem colocado na vida política, social e jornalística (principalmente esta que aquelas por ser um reconhecido jornalista Bissau-guineense) e, portanto, deveremos tomá-las como válidas e ponderadas.

 

Segundo o jornalista António Aly Silva o advogado do Almirante Bubo na Tchuto, antigo Chefe de Estado-Maior da Armada refugiado n’ A Gâmbia, Pedro Infanda, terá sido detido às ordens dos militares comandados pelo actual – falta saber se constitucionalmente legitimado – Chefe de Estado-Maior das Forças Armada, comandante Zamora Induta.

Como não transpirou as razões da tal suposta detenção, presume-se, a bem da justiça e da verdade, que a mesma, a ser efectiva, terá subjacente razões que desconhecemos mas que, por certo, será do conhecimento do Procurador-geral da República Bissau-guineense.

Presume-se, naturalmente que assim é; já que, supostamente, ninguém deterá um causídico só por representar alguém que está a ser investigado em processos ainda a decorrer na alçada da Justiça, seja militar ou civil. Se assim fosse, nem o chamado “monstro austríaco” teria direito à defesa o que é impensável numa sociedade justa e respeitadora da justiça.

Todavia, é estranho, e lendo os apontamentos de Aly Silva, no seu muito citado e controverso e provecto blogue “Ditadura do Consenso” – e onde me foi concedida a honra de iniciar as minhas lides bloguistas, em Maio de 2004 –, o comandante Induta terá afirmado n’ A Gâmbia, onde parece ter estado, que o referido advogado estaria detido como uma “"medida preventiva"...e que este será entregue ao Ministério Público... Depois de um belíssimo 'tratamento', claro”.

Ora, estranha-se, por isso as palavras que Aly Silva hoje escreve no blogue – e, unicamente, como título sem mais nada – e que são somente estas “Advogado Pedro Infanda terá morrido na prisão. AAS”.

A concretizar-se esta acusação algo continua muito mal na Guiné-Bissau e não serão serôdias reuniões entre a CPLP e a CEDEAO que irão resolver o problema. Cada vez mais me convenço que alguém parece querer, e de vez, “falir” a República da Guiné-Bissau para dividi-la qual despojos de guerra…

Depois não se admirem que um país-irmão da lusofonia (se não sabem o que é também não vou explicar) decida intervir na Guiné-Bissau sem dar justificações aos seus outros parceiros da CPLP.

Desculpem, mas… Cê quê?...

26/Mar/2009

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail

http://elcalmeida.net


Acrescentar como Favorito (510) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 4124

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



Auto Rent Algarve
Advertisement

Comunicados

António Marinho e Pinto - Mudar Portugal

Ler mais...

Broa de Avintes - não tem asas nem sabe voar

Ler mais...
Please login to Automatic Backlinks and activate this site.
 
Bröllopsfoto Linköping | cheap car hire