Todos os países da lusofonia

Galeria Lusófona

Arte Lusófona
Literatura Lusófona
Sabores Lusófonos
Advertisement

Blogs Recomendados

Alto Hama
Pululu
Malambas

Legado Português

Portugal no Mundo
Brasil 500 anos

Empresas Destaque

Horas Lusófonas

Dão-se alvíssaras!

PDF Imprimir e-mail

Isto da política também tem algo de subjectivo. Não é por acaso que sendo as próximas eleições centradas em duas personalidades como candidatas a primeiro-ministro – Sócrates e Ferreira Leite – o marketing das campanhas vai ter o seu principal enfoque na imagem de cada um, independentemente do seu projecto e filiação politica.

 

Os cartazes, os discursos, as poses, até a sua vida pessoal vão ser estudados minuciosamente para nos seduzir no dia da votação. Nesta perspectiva da “política do espectáculo” um Homem na casa dos cinquenta anos, não se pode sentir atraído por nenhuma destas figuras públicas. Sócrates é novo de mais para quem viveu no tempo do fascismo, lutou contra ele de forma diversa – às vezes encarcerado por delito de opinião – e que veio de um tempo em que ser-se de esquerda pressupunha um grande desapego material, uma grande preocupação cívica e social e uma vontade de criar novos padrões morais despidos de toda a hipocrisia; Manuela Ferreira Leite é velha de mais para esse grupo etário porque encarna, talvez sem o querer, o estereótipo dos pais e dos avós da sociedade dos anos 60-70 com o seu paternalismo serôdio e a sua visão “poupadinha” da vida. Não vale a pena pois “maquiarem” a senhora ou “suavizarem” o engenheiro que para essa geração eles, como pessoas isoladamente, nada dizem. Neste aspecto, e apesar de cá já andarem há muito tempo e já terem “desaprendido” muito, valem mais a autenticidade de um Jerónimo de Sousa ou o lirismo voluntarista de um Louçã. Precisamos, pois, de gente nova, por fora e por dentro, na política, que nos fizesse acreditar de novo nas potencialidades do Homem como cume da pirâmide da criação no que isso implica de elevação ética e espiritual; que trouxessem para a política a verdade e o exemplo imaculado de quem quer trabalhar, apenas, para o bem-estar e o progresso do país. Dão-se alvíssaras para quem os encontrar!

José Dias Egipto

29 Jun 2009


Acrescentar como Favorito (659) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 4447

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



Advertisement
Advertisement

Comunicados

António Marinho e Pinto - Mudar Portugal

Ler mais...

Broa de Avintes - não tem asas nem sabe voar

Ler mais...
Please login to Automatic Backlinks and activate this site.
 
| cheap car hire