Todos os países da lusofonia
Advertisement

Nostálgica passagem

PDF Imprimir e-mail

 

 O MEDITADOR 

 

Aqui tudo existiu um dia,

Mas agora só escombro.

Pedrada de gelo a gelar

O meu já gélido ombro.

Nesta noite escura e fria

E a recordação de meu lar.

Meus pais, e meus irmãos,

A serenata e o velho violão

E, tantas cantatas ao luar...

O Joca com a viola na mão.

O Carlos, poeta a declamar...

O Sansão de estimação a ladrar.

Eis o choro de emoção ao recordar.

Desta vida resta a velha história

No recôndito oculto da memória.

É a vida corriqueira de passagem,

Por um sonho nesta bela paragem

De divina ilusão, linda e passageira.

Por isso é bom sonhar com o lugar

Para as velhas nostalgias desaguar.

E, não esquecer que esta vida é ligeira...

Só há história, se houver recordação.

Então vamos recordar de tempos bons...


Acrescentar como Favorito (364) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 3390

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



 
| cheap car hire