Todos os países da lusofonia
Advertisement

O Peixe Dourado

PDF Imprimir e-mail
Meu filho e sua linda família foram morar na África e deixaram sob a minha responsabilidade a cachorra e o aquário com um belo peixe dourado. Na primeira semana que eles estavam viajando e nossa casa aconteceu um acidente. Meu filho avisou o meu marido para aspirar o aquário e colocar água fervida. Meu marido aspirou o aquário e eu lavei todas as pedras e montei tudo direitinho. Meu marido ferveu água e colocou dentro do aquário e jogou o peixinho que estava dentro de uma jarra observando todo o procedimento. Segundo meu marido o peixinho já conhecia a mão que o alimentava. O peixe não agüentou ser fervido e morreu. Suicidou-se. Levei horas até encontrar o pobre debaixo do móvel da sala de jantar. Juntei o peixe e levei até a loja de peixes mais próxima da nossa casa onde consegui dois iguais, vermelhos e de olhos grandes. Na volta resolvi que a faxina semanal seria por minha conta, a empregada se ofereceu, porém eu bati o pé e assumi a missão de cuidar dos dois peixes. Até tirei fotos para mostrar para os netos. No final de semana, como nós fomos a Curitiba, eu deixei um dispositivo que soltava a comida na hora certa. Lá em Curitiba fomos conhecer a redecoração do apartamento de minha irmã. Estava lindo, os lustres até lembravam o do castelo de Versalhes, Todos feitos pela dona da casa. Na sala ela montou um painel muito vistoso com pedras multicoloridas. Gostei das pedras e ela me falou que era de uma loja de artesanato. Voltei para minha casa à noite de segunda feira e estava tudo bem, a empregada esteve lá em casa e limpou o aquário. Estava tudo perfeito. No dia seguinte fui até a casa que vendia peixes e comprei uns potes. Segundo o vendedor eles gostam de se esconder nos potes. Comprei plantas e resolvi decorar o aquário, porem achei que estava faltando algo e alguns dias depois eu passei em uma lojinha e entrei para ver se eles tinham as tais pedras que vi no painel de minha irmã. A moça só tinha três pacotinhos. Eu fiquei com os três. Chegando em casa eu coloquei as pedras dentro do aquário, depois de as lavar e fiquei observando os peixes. Eles nadavam em círculos agitadíssimos, achei tão bonitinha a alegria deles que chamei o meu marido para assistir. Quando o meu marido chegou um dos peixes estava brilhando, ele brilhava tanto que parecia ter sido mergulhado dentro de um pote de purpurina. No momento seguinte, o segundo peixe começou a brilhar. Eu corri e trouxe a jarra com água filtrada e a peneira para pescar o peixinho. Já era tarde, os dois morreram intoxicados pelas pedrinhas brilhantes.
Acrescentar como Favorito (299) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 2698

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



 
| cheap car hire