Todos os países da lusofonia
Advertisement

Cure a sua enxaqueca

PDF Imprimir e-mail
Cure a sua enxaqueca
Jbcampos

Estive três dias com enjoo, dores na cabeça, na face, no pescoço, ombros, etc. Porém, não me preocupei muito, pois, não tive febre. Então fui pesquisar a respeito desses sintomas e deparei-me com a enxaqueca. Os alopatas ainda não encontraram a cura para esta enfermidade a qual pode realmente transtornar a vida do paciente. Resumindo, cheguei a uma tese pessoal de que não passa de estresse. Não sou autoridade no assunto, porém, “a prática fala mais alto do que a gramática”. Sou, há muito tempo ligado à meditação. Então resolvi colocá-la em prática em função daquelas dores as quais me turvavam até a visão. E, após um relaxamento profundo de meia hora aproximadamente, à passe de mágica, as dores se foram. Então pude presenciar mais uma vez, entre tantas já experimentadas em tempos atrás; a autocura.
O índice mundial de sofredores de enxaqueca é muito grande, principalmente nas megalópoles. Então você pode ser um entre nós. 
Cure a sua enxaqueca:
Apenas, deite-se de costas, num ambiente silencioso com pouca luminosidade. Afrouxe suas roupas. Sinta-se confortável. Agora se imagine solto, solto como se estivesse caindo ao infinito, aonde redundantemente, jamais se chega ao fim. Não tenha medo. Verifique se os nervos do seu corpo não estão retesados, ou crispados. Vigie o seu pensamento para que ele não pense sobre seus problemas. Pronto. Alguns minutos apenas, e você se sentirá curado. Como dizem os religiosos: Tenha fé. Creia em seus dons divinos. Seja objetivo, e Deus estará dando seu maior apoio.

O Clarim da Paz

Acrescentar como Favorito (227) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 1487

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement
 
| cheap car hire