Todos os países da lusofonia
Advertisement

Tua dor

PDF Imprimir e-mail



De tua boca não ouço mais nada

Alem do silêncio que nela se alojou

Não transmites mais nenhuma palavra

Nem mesmo os epitáfios que nela entrou


Quando a singularidade em tua voz era existente

E o abraço dos teus braços era sincero

O que sai de tua boca agora?

E o que teus braços abraçam no desespero?


Tudo que ouço é esse silêncio

Sufocando as batidas do teu peito

É a dor que te faz ser assim?


A dor que ganhastes por não mais me amar

E como sabes que não terá fim?

Se ao menos soubesse saber esperar

 

Sandro Kretus


Acrescentar como Favorito (209) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 2066

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



 
| cheap car hire