Todos os países da lusofonia
Advertisement

Prisioneiro

PDF Imprimir e-mail



O homem é prisioneiro do próprio corpo

E nem a alma, por mais que tente

Consegue pedir socorro

Mergulha no limbo da mente


Quando as armadilhas lhe são postas

Anda, vagueia, e sente

Procurando uma resposta

E como se livrar das armadilhas?


Se a alma é grudada ao corpo

E a mente os fulmina

Talvez lá em baixo, no fundo do poço


Seremos obrigados á olhar para cima

Fazendo com que a alma se liberte

Afinal, a vida nunca termina

 

 

Sandro Kretus


Acrescentar como Favorito (206) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 2186

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



 
| cheap car hire