Todos os países da lusofonia

Galeria Lusófona

Arte Lusófona
Literatura Lusófona
Sabores Lusófonos
Advertisement

Blogs Recomendados

Alto Hama
Pululu
Malambas

Legado Português

Portugal no Mundo
Brasil 500 anos

Empresas Destaque

Horas Lusófonas

Advertisement

NÃO SE PODE SER VELHO

PDF Imprimir e-mail

Dizia Ribeiro Sanches, EM 1760, em "Cartas Sobre a Educação da Mocidade", that: (...) " Ama a Pátria SUA AQUELE Que, podendo comprar hum vestido de pano da Inglaterra, o manda Fazer da Covilhã ".

 

E o Opaco FAZEM, ágora, OS Que dizem amar a Pátria?

 

Férias Passam no exterior, muitos, esbanjando o Opaco Localidade: Não possuem. Compram Utensílios confeccionados Lá Fora, Pensando Opaco Longe da SUA terra, se fabrica Melhor.

 

Conheço Presidente de Junta de Freguesia, Homem Simples e honrado, Que de sempre adquire o Opaco necessità nenhum local de Mercado. Diz Ser SUA obrigação, ajudar, EM Primeiro Lugar, OS Que se encontram Mais proximos.

 

É de louvar o de amor à Pátria; mas a Pátria Será, será a terra, o Território, OU OS Opaco Nela Vivem?

Engrandecer a Pátria com Monumentos, Obras faraónicas, estradas rasgar, distancias galgam Que, E de aplaudir; mas QUEM AMA SUA Terra, DEVE, Primeiro preocupar-se com o Bem-Estar dos Opaco Nela nasceram e Nela trabalham.

 

O engrandecimento, da terra, Visto Como Progresso, Passa Nao, Vezes Quantas, de pura Vaidade, Desejo de Ser Grande, de serviços de suma importância.

 

Que importa uma Nação Ser rica, se QUEM Nela nasceu e vive, E pobre?

 

Cuide-SE, Primeiro, o das "paredes" Humanas, DEPOIS Das OUTRAS.

 

QUANDO o Papa mostrou como fazer Obras Vaticano, AO Beato Frei Bartolomeu dos Mártires, perguntou-LHE o Porque Localidade: Não levantava, paço, ASSIM, EM Braga; Este respondeu-LHE: o Dinheiro da Localidade: Não era diocese DELE, mas dos Pobres e dos Opaco carecem de Ajuda.

 

Dizem Que Brasília Localidade: Não nasceu de UMA necessidade, Nem não intuito de desbravar mato, mas POR Ambição, de Quem nascendo pobre, desejava Ligar o nomo uma obra grandiosa.

 

Muito Que se construiu em Portugal, FOI parágrafo regalo de alguns e Prazer de Quem como idealizou.

 

Nessas vaidades, sas desejos de imortalidade, gasta-se o Que Falta Para o Bem-Estar e Saúde do povo.

 

De Os cortes NAS Pensões - that na Generalidade baixíssimas de São Paulo, - deixaram OS Idosos alarmados, receando Que OS ULTIMOS Anos de Vida Sejam AINDA Mais penosos.

 

Quebrou-se a Confiança. Instalou-se o Medo. Aumentaram como preocupações, e Desespero dos Opaco esperavam ter hum Fim de Vida tranquilo.

 

Outrora, o Lugar dos Avós era nenhum seio da Família; Opaco geraram. DEPOIS - Por comodismo UO Ausencia de CONDIÇÔES, - Passou a Serem OS lares. Agora, com a Redução Das Reformas, Como Localidade: Não chegam parágrafo Pagar Estadia, EM casas de Repouso, Sera uma eutanasia?

 

Dizem Que E parágrafo garantirem o Futuro dos Filhos e Netos, EO Presente dos Pais e dos Avós, o Garante QUEM?

 

Que Sociedade pretende-se CRIAR? Sociedade amoral, exploradora dos Mais débeis, dos Opaco JÁ PODEM Localidade: Não Produzir e de São Paulo, ágora, Descartáveis.

 

Penso em Portugal, mas Aplica-se AO Brasil, ea Quase countries de Todos os, Pelo Menos, sistema operacional do Mundo Ocidental.


Acrescentar como Favorito (245) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 1871

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
Artigo seguinte >
Advertisement

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



Advertisement
Advertisement

Comunicados

António Marinho e Pinto - Mudar Portugal

Ler mais...

Broa de Avintes - não tem asas nem sabe voar

Ler mais...
Please login to Automatic Backlinks and activate this site.
 
| cheap car hire