Ansiosos, portugueses no Rio aguardam visita de Cavaco Silva

A comunidade portuguesa no Rio de Janeiro aguarda com ansiedade a visita do presidente português, Aníbal Cavaco Silva, à cidade, que acontecerá entre 6 e 9 de março. Fruto de um convite do presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, a viagem faz parte das comemorações dos 200 anos da chegada da corte portuguesa à capital fluminense.

Entre os atos oficiais de que vai participar, Cavaco Silva vai oferecer uma recepção à comunidade lusa residente na cidade. Desta forma, o chefe de Estado luso cumpre a promessa eleitoral de visitar pelo menos uma comunidade de imigrantes portugueses por ano.

O presidente do Arouca Barra Clube, Dário Quintais Formoso, disse que a visita do presidente português é "uma honra" e é tema de conversa entre a comunidade portuguesa no Rio de Janeiro, que tem "uma consideração muito grande por ele".

"Cavaco é uma unanimidade, temos um carinho muito especial por ele, já desde o tempo em que foi primeiro-ministro", disse, lamentando não poder levar o chefe de Estado à sede do Arouca Barra Clube, que existe há 40 anos e conta com 10 mil sócios.

"Temos programado um almoço ou jantar com fado e bacalhau à luz de velas, como se faz em Alfama, mas parece que não é possível porque a agenda do presidente é curta", disse, lembrando que dois ex-presidentes luso já visitaram o clube, o general Ramalho Eanes e Mário Soares.

Mesmo sem o jantar, Dário Quintais Formoso promete que vai entregar uma medalha do clube a Cavaco Silva.

Comunidade portuguesa

O presidente da Casa dos Açores, António Carvalho Toste, ainda está planejando a homenagem ao presidente, mas garantiu que haverá apresentação de grupos folclóricos na recepção.

Toste disse ainda que vai promover uma reunião com outras associações portuguesas no Rio de Janeiro para decidirem uma possível uma homenagem a Cavaco Silva.

O conselheiro das Comunidades Portuguesas da capital fluminense, António Almeida Lima, disse que Cavaco Silva "está muito grato à comunidade portuguesa do Brasil, principalmente à do Rio de Janeiro, onde obteve um apoio muito expressivo durante as eleições".

"Quando esteve em campanha veio cá. Agora deve vir para retribuir esse apoio", afirmou, acrescentando que a visita do presidente "é sempre uma alegria muito grande e a expectativa, enorme".

De acordo com dados do consulado de Portugal no Rio de Janeiro, cerca de 600 mil portugueses estão inscritos naquele posto.

Na viagem ao Rio de Janeiro, Aníbal Cavaco Silva e Luiz Inácio Lula da Silva inauguram a exposição "Um Novo Mundo, um Novo Império - A Corte portuguesa no Brasil", no Museu Histórico Nacional, e participam de uma sessão solene no Real Gabinete Português de Leitura.

O chefe de Estado português tem ainda agendadas reuniões com Lula e com autoridades estaduais e municipais, participando de diversos atos culturais alusivos à chegada da corte ao Brasil.