PortugalEmLinha logo Literatura Lusófona


Comentário do Mês
Abril 99


Brasil e Portugal: nossas pequenas diferenças lingüísticas


Antes de começar esta minha odisséia lingüística e cheia de controvérsias sobre a nossa querida língua portuguesa, gostaria de mostrar primeiro à todos os leitores a diferença entre língua e linguagem.

Primeiro: língua é um sistema organizado e ao mesmo tempo oposto de relações, absorvido por determinada sociedade para permitir o uso da linguagem entre os seres humanos. É uma coletânea de sons, estruturas de vocábulos e processos sintáticos que o meio social coloca a disposição de todos os membros de uma comunidade lingüística. Segundo: linguagem num sentido mais universal e vasto, é qualquer forma de comunicação através da fala.

Um pouco dos mistérios lingüísticos da língua Portuguesa

Nas dimensões enormes e longínquas que é falada, a língua portuguesa mostra-se, como qualquer outro idioma vivo, internamente diferenciado em variações que diferenciam de forma mais ou menos acentuada quanto à pronúncia, à gramática e ao vocabulário.

Todos sabem que não podemos negar que existam estas pequenas diferenças entre o Português do Brasil e o Português de Portugal. Não são essas pequenas diferenças instrumentos suficientes para impedir a superior unidade de nosso idioma?
Fato, aliás, salientado até pelos dialectólogos do universo lusófono.

Com relação ao Português de Portugal: um indivíduo, mesmo que não conheça assuntos filológicos, e que tenha viajado por todo território português de Norte a Sul, e tido uma conversa com populares, não pode deixar de se impressionar com a grande homogeneidade lingüística do país e a pequena diferença dialectal, talvez pelas pequenas dimensões territoriais - ao contrário do que acontece noutros países de língua românica ou germânica.
Em relação ao panorama lingüístico do Brasil, precisamos levar em conta, as enormes dimensões territoriais do nosso gigante tupiniquim, e que a unidade não é paridade; na tela lingüística brasileira, existe com certeza, transições de cores. O que é certo, no entanto, é que o agrupamento de falas brasileiras se incorporam com o princípio da unidade na variedade e da variedade na unidade.
O Português do Brasil e o de Portugal, podem ser analisados nos mesmos termos abordados acima, unidade na variedade e a variedade na unidade. Com certeza na unidade e nas poucas diversidades nos entendemos muito bem, apesar da diferença de sotaques entre o Brasil e Portugal.
Para fechar meu debate sobre a língua portuguesa, quero dizer que apesar dos pormenores lingüísticos, somos todos lusófonos e conseqüentemente farinha do mesmo saco lusitano.

Alguns exemplos das pequenas diferenças lingüísticas entre o Português do Brasil e o de Portugal seguem abaixo: Obs: Com relação a letra "c" em alguns vocábulos, o Brasil eliminou-a através de uma reforma lingüística no passado.

BrasilPortugal
FatoFacto
ContatoContacto
FaturarFacturar
EsporteDesporto
CupomCupão
GarçomGarção
DireçãoDirecção
SeleçãoSelecção
PrêmioPrémio
ÓtimoÓptimo
AtividadesActividades
Os brasileiros usam muito o verbo no gerúndio e os portugueses no infinitivo:
No Brasil "Estou cantando uma canção."
Em Portugal "Estou a cantar uma canção."


Edmar Bernardes DaSilva (Escritor e poeta brasileiro)


Comentários



homeVoltar à página principal

Portugal em Linha - O Ponto de Encontro da Lusofonia
Copyright © Ana Pintão/Portugal em Linha