Todos os países da lusofonia
Advertisement

A Ausente

PDF Imprimir e-mail
A Ausente

Noites e noites senti o seu tom de voz!
No repente me destruiu com peso de foz...
Os meus olhos sobre você só mentem
E os poros doentes sem você se sentem

Levou meu sorriso com você meu bem!
Fiquei só e sério vivo num eterno sem...
Foi num furor que você o vento levou
Com mesmo furor severo me detonou!

Estou no extremo: brilho do sol ficou fosco
Meu ser perdeu o referente e virou tosco
O meu sentimento perdeu-se no ninho...

Vez que recordo de você me definho
Nos sussurros, no sexo e num beijo quente...
Estou como no registro deste A ausente!
(Ademar Oliveira de Lima)
Acrescentar como Favorito (366) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 3581

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



 
| cheap car hire