Todos os países da lusofonia

Galeria Lusófona

Arte Lusófona
Literatura Lusófona
Sabores Lusófonos
Advertisement

Blogs Recomendados

Alto Hama
Pululu
Malambas

Legado Português

Portugal no Mundo
Brasil 500 anos

Empresas Destaque

Horas Lusófonas

Deci, apoi brusc ... Assim e de repente...

PDF Imprimir e-mail
 
 
 
 
 
Eis-me senão quando,
A ti, sempre atento
De repente querendo tudo
Querendo assim, tocar-te tanto…

Exactamente, não mais do que num instante,
Ínfimo, entre o nada e o rompante
Quero beijar-te, sim, desassossegada mente

Quero beijar-te como quem quer tudo
Beijo como o primeiro que nunca esquece
Como se de repente parasse o mundo
Querendo tudo, como se tudo merecesse

Sim, tudo como quem te quer tanto
Que só de te supor perto, me levanto
Sem precisar saber se vens, se vou ou se vamos

Assim, tudo e de repente, não mais do que isso…



RZorpa

Acrescentar como Favorito (271) | Refira este artigo no seu site | Visualizações: 2335

Seja o primeiro a comentar este artigo
Coemntários RSS

Só utilizadores registados podem escrever comentários.
Por favor faça o login ou registe-se.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement

Investir em Portugal Investimentos em Portugal
Aconselhamento e apoio ao investimento estrangeiro em Portugal



Advertisement
Advertisement

Comunicados

António Marinho e Pinto - Mudar Portugal

Ler mais...

Broa de Avintes - não tem asas nem sabe voar

Ler mais...
 
| cheap car hire